Menu Papel POP
cinema

Stephen Fry não vê glória alguma em interpretar personagens gays

O ator britânico Stephen Fry (“Wilde”, “Assassinato em Gosford Park”) criticou o jeito que os atores héteros são parabenizados por interpretar personagens gays no cinema.

Segundo ele, esses astros heterossexuais são muito elogiados quando fazem cenas de amor com outros homens. “Esses caras podem interpretar personagens gays e são muito valorizados por isso. As pessoas dizem ‘Nossa, como você foi corajoso’”, disse Fry.

“Eu acho que pelo fato de todos saberem que sou gay dificulta muito convencer no cinema que eu possa estar com uma mulher na tela. E ninguém me diz ‘Como você foi corajoso ao beijar aquela mulher. Deve ter sido muito difícil pra você’. Não seria difícil. Eu beijo um sapo se você quiser. Então por que é tão complicado um homem beijar outro homem?”

Para Stephen Fry, difícil é “andar de bicicleta virado de costas e de marcha ré”. “Beijar alguém não é difícil”, completou.

Concordo. Alguém devia bater na porta do Tom Hanks e tomar dele aquele Oscar de “Filadélfia”. E, aproveitando a viagem, também deviam passar na casa da Renée Zellweger e pedir de volta o Oscar dado por “Cold Mountain”.

Ela não fez uma lésbica no filme, mas também não atuou. Um dia alguém vai descobrir que ela é uma impostora, uma Mili Vanilli do cinema.


por Phelipe Cruz em 08/01/2008 13:41

Comentários

Topo